Buscar

O que é outsourcing gerencial

Atualizado: 24 de mar. de 2021

Concentrar no que você faz de melhor e deixar, para outros profissionais, as atividades menos rotineiras dentro da empresa. Basicamente, essa é a definição do outsourcing gerencial, também popularmente conhecido como terceirização.


Outsourcing é uma palavra inglesa. Na tradução literal é “out” = “fora” e “sourcing” = “fonte”. Ou seja, é a busca de fontes externas de mão-de-obra para a empresa.


Mas por que terceirizar uma área do negócio? O objetivo é que a empresa possa ser cada vez mais competitiva e especialista no produto ou serviço final. Hoje, a competição tornou o mercado cada vez mais acirrado e globalizado. As margens de lucro estão enxutas. Dessa forma, qualquer centavo economizado vale a pena. Sem falar nos esforços de capital humano para contratação e retenção de pessoal qualificado.


Segundo pesquisa do IBGE, em 2018, 22% dos trabalhadores formais eram terceirizados no Brasil. O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), ligado ao Ministério do Planejamento, publicou, em 2018, um amplo estudo sobre a terceirização no Brasil. Acesse aqui a publicação.


Décadas atrás, a terceirização nas empresas fica limitada as áreas de limpeza, cozinha, segurança e manutenção. Eram as tarefas não-produtivas ou periféricas. Uma forma de reduzir custos e eliminar preocupações menores para o produto final da empresa ou serviço oferecido. É uma fórmula de sucesso até hoje.


Áreas-chave da empresa também podem ser terceirizadas?

De alguns anos para cá, em busca de mais eficiência, flexibilidade e agilidade nos processos da companhia, áreas-chave da empresa também estão sendo terceirizadas, como o Financeiro, Vendas, Gestão e Tecnologia. A ideia é ter mais velocidade de desenvolvimento de inovações, com menores custos.


Sem falar que as mudanças recentes na legislação trabalhista brasileira flexibilizaram o outsourcing. Na reforma trabalhista de 2017 (Lei 13.467), está escrito: “considera-se prestação de serviços a terceiros a transferência feita pela contratante da execução de quaisquer de suas atividades, inclusive sua atividade principal, à pessoa jurídica de direito privado prestadora de serviços que possua capacidade econômica compatível com a sua execução”.


Acesse o conteúdo completo da Lei 13.467 aqui.

O que devo saber antes de terceirizar uma área de minha empresa?

Nem sempre a terceirização é garantia de resultados. Os impactos podem ser positivos ou negativos. Antes de buscar um parceiro no mercado, é preciso identificar, dentro de seu próprio negócio, os pontos que não são vitais para o sucesso. Defina exatamente este cenário antes de conversar com uma empresa de outsourcing.


Ao negociar a parceria, deixe bem alinhado as suas expectativas para a área. Não deixe de buscar referências sobre a parceira no mercado. Uma boa indicação de algum amigo pode ajudar bastante e livrá-lo de futuros problemas. Fique próximo de seu prestador serviço. Acompanhe e cobre resultados.

Como fazemos na Dorsal Gestão em Saúde

A Dorsal está preparada para atuar junto ao cliente nas áreas de controladoria, processos, qualidade e gestão plena. Diferente do modelo consultoria que estrutura um diagnóstico, define ações e realiza o acompanhamento quinzenal/mensal, nós diagnosticamos e estruturamos os processos junto aos gestores ou para nossa própria atuação, disponibilizando um ou mais profissionais, de acordo com o produto comprado pelo cliente.


Também atuamos no modelo assessoria, no qual não assumimos a operação como no modelo outsourcing, porém, desenvolvemos a organização de acordo com o produto comprado, incluindo o desenvolvimento do profissional que será responsável pelo negócio. Para este formato, temos uma equipe part time que assume esses projetos temporários.


#dorsalgestao #outsourcinggerencial

92 visualizações0 comentário