Buscar

Certificação ONA: porque a satisfação do cliente é tão importante

Atualizado: 24 de mar. de 2021

Parceira da Dorsal e Hospital do Câncer de Rio Verde terá selo de qualidade como resultado e mais que isso: práticas de gestão e assistenciais que levam à melhoria do cuidado com o paciente.

A busca incessante pela satisfação dos pacientes levou a Fundação Cristã Angélica - Hospital do Câncer de Rio Verde a estabelecer parceria com a Dorsal Gestão em Saúde, em novembro de 2019. Neste período, a Fundação, que há 29 anos atende a regional Sudoeste I, com 18 municípios, avançou no processo de qualificação e hoje está próxima de receber a Certificação ONA (Organização Nacional de Acreditação).


“A Dorsal nos deu um incentivo muito grande na busca pela certificação. Mostrou que é possível, basta crer, ter coragem e agir”, afirma a superintendente executiva Iara Alonso. “Nos movimentamos muito internamente para melhorar os processos, protocolos, comunicação interna, para que seja percebido pelos nossos pacientes por meio de sua experiência nos serviços prestados por nossa unidade.”


A certificação ONA deve ser conquistada nos primeiros meses de 2021 – viria este ano, em 2020, mas, devido à pandemia de Covid-19, o processo sofreu atrasos. No entanto, o selo é apenas a coroação. “Todas as ações realizadas dentro da nossa instituição buscam, única e exclusivamente, a satisfação dos pacientes. Ele é a nossa estrela. Por isso é importante o processo de qualificação”, conta Iara Alonso.


O trabalho da Dorsal junto ao Hospital do Câncer de Rio Verde é no sistema de parceria. A empresa atua como facilitador e orientador para que a unidade de saúde alcance a máxima qualidade. “Buscamos a Dorsal porque precisávamos mudar a realidade da saúde no interior. Acreditamos em um SUS de alta qualidade. O objetivo era tentar algo diferente, igual fazem os hospitais de referência Brasil afora”, explica a executiva.


Segundo Iara Alonso, diversas empresas do ramo de consultoria foram pesquisadas para trabalhar com o hospital. No entanto, de acordo com ela, a Dorsal foi a melhor opção. “Para que a gente possa ter qualidade, precisamos de parceiros como visão holística de tudo que acontece à nossa volta. Assim é a Dorsal. Uma empresa com visão 360º de todo o sistema de gestão e de saúde”, finaliza.

Selo de qualidade

A Certificação ONA (Organização Nacional de Acreditação) garante práticas de gestão e assistenciais que levem à melhoria do cuidado com o paciente. Além de referência nacional, os padrões ONA são reconhecidos no exterior.

Os padrões ONA podem ser adotados por:

Hospitais Ambulatórios Laboratórios Serviços de Pronto Atendimento Home Care Serviços Oncológicos

Serviços de Medicina Hiperbárica Serviços de Hemoterapia Serviços de Nefrologia e Terapia Renal Substitutiva Serviços de Diagnóstico por Imagem, Radioterapia e Medicina Nuclear Serviços Odontológicos Serviços de Processamento de Roupas para a Saúde Serviços de Dietoterapia Serviços de Manipulação Serviços de Esterilização e Reprocessamento de Materiais

Referência na região

Fundado em 1991, a Fundação Cristã Angélica - Hospital do Câncer de Rio Verde é uma instituição filantrópica para atendimento de pacientes com câncer. A unidade é referência em colo e mama no Estado de Goiás. São 70 leitos, sendo 10 de UTI recém-inaugurados e quatro salas cirúrgicas (6,2 mil metros quadrados de área construída). Em breve, começará a construção da ala de quimioterapia, com mais 30 leitos e a capacidade de realizar todo o tratamento oncológico no local.

Em 2019, o hospital realizou 139 mil atendimentos, sendo 98% pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Também ano passado a unidade de saúde recebeu o prêmio “Melhores ONGs”, de âmbito nacional. A unidade Rio Verde ficou entre as 100 melhores do país e a melhor do Centro-Oeste. A premiação é realizada pelo Instituto Doar, Rede Filantropia e O Mundo que Queremos e contou com inscrições de todo o país.

“Somos uma instituição que preza muito pela qualidade. Acreditamos no SUS de alta qualidade. Primamos pela humanização e experiência do paciente, com uma estrutura limpa e organizada”, conclui Iara Alonso.


#dorsalgestao

93 visualizações0 comentário